Resenha: Um edifício à beira-mar

Eu participei de uma leitura coletiva pela primeira vez para ler esse livro! Os organziadores criaram um grupo no WhatsApp com quem participaria da leitura, e nós tínhamos datas estipuladas para ler cada conto/capítulo. Ao final de cada leitura, os membros do grupo realizavam um debate dizendo sobre o que acharam. Eu achei muito legal a experiência de participar de uma leitura coletiva, e a ideia de estipular prazo para ler capítulos me pareceu boa de se usar, principalmente quando queremos ler algo, mas estamos com preguiça.


Título: Um edifício à beira-mar
Autores: A. M. R. Wolff, Alyssa Mills, Ana Souza, Bárbara Nogueira, Cirlleni Condados, Jaira Costa, Lili Dantas, Luiggi Constantino, Sérgio Fragoso e Thaisa Lima
Páginas: 152

Sinopse

Babel Tower, um edifício à beira-mar, esconde segredos inimagináveis dentro de suas instalações. Por trás de cada porta há um mundo de intrigas, paixões, pecados, desejos, dissabores e amores.
Seja bem-vindo ao nosso edifício, entre e desfrute de tudo o que o Babel Tower tem a oferecr, mas cuidado, você pode se deparar com coisas de outro mundo...
Organizada por Thaisa Lima, a antologia "Um edifício à beira-mar" reúne contos dos mais variados gêneros de 10 autores talentosos, para sua diversão.

Minhas impressões

Todos os contos que compõem o livro se passam, majoritariamente, no edifício e/ou com moradores do local. Como os contos são distintos entre si, vou falar separadamente de cada um nessa resenha.

A Gostosa do 061

Escrito por Thaisa Lima, o livro já começa com um conto hot! Nós conhecemos alguns moradores do edifício, que até aparecem novamente em outros contos (ponto que eu achei incrível!). Esse conto é muito legal, proncipalmente o final, com um plot twist que a maioria dos leitores não esperava, e que nos faz criar várias teorias!

Sobre o final, eu já previa algo do tipo...deve ser porque eu assistia muitas lendas urbanas do Gugu antigamente, hahaha! Apesar de achar previsível, vi que a galera que participou da leitura realmente se surpreendeu. 

Um ponto que não achei bacana foi a forma como o personagem principal se referia a uma mulher que conheceu, dizendo que sua cor era "chocolate", sempre reforçando alguns esteriótipos e em nenhum momento disse que a personagem era, de fato, negra.

O escritor do 083

Esse conto foi TUDO PRA MIM! O meu favorito de toda a antologia. Escrito por Ana Souza, aqui conhecemos um escritor famoso, que não sai muito de casa e precisa de inspiração para um novo livro. Ele também tem uma irmã que é super folgada e ama ir em seu apartamento sempre para poder usufruir das áreas de lazer do edifício, além de se intrometer na vida do irmão.

Não vou falar muito sobre esse conto para não soltar nenhum spoiler – isso vai acontecer bastante durante a resenha já que são contos curtos e vocês sabem que eu falo demais –, mas posso dizer que ele é fofo, inspirador e muito bom.

Carpe Diem, Lúcia

Se "O escritor do 083" foi o meu conto favorito, esse está em segundo lugar, com certeza! A autora Alyssa Mills, nos apresenta a adolescente Lúcia, uma adolescente linda, que tem muitos amigos, e que apesar de já ter dezoito anos, ainda é virgem. O conto também é hot, e eu achei super legal, afinal, eu amo uma história sobre jovens – Paula Pimenta está aí para provar isso.

Adorei a forma como Alyssa escreve e imaginem o tamanho da minha felicidade quando ela disse que o conto tinha continuação! O livro "Como ser uma destruidora de corações" continua o conto, e podemos saber mais sobre a vida de Lúcia, e ver o desenrolar da história. O livro está disponível no Kindle Unlimited, porém sua versão em e-book é barata (apenas R$6,99) – claro que eu já adquiri o meu –, para comprar clique aqui (classificação: 18 anos).

Uma refeição especial

Sérgio Fragoso, o autor desse conto, não poupou sua criatividade ao escrevê-lo! Eu achei uma história surpreendente, nada previsível e de embrulhar o estômago.

Durante o debate, algumas pessoas disseram que chegaram a vomitar lendo. Eu não achei tão traumatizante assim, mas realmente, a forma como o autor descreve os acontecimentos nos faz imaginar cada cena e ato dos personagens. Gostei da trama, da forma como foi contada e do desfecho também!

Que comecem os jogos!

Mais um conto hot, dessa vez escrito por Cirlleni Condados. Aqui encontramos uma protagonista que gosta de praticar BDSM, mas eu nem acho que esse é o grane ponto da história. 

O que mais me admirou nesse conto foi o empoderamento da personagem principal. Sua autoconfiança, amor e sua facilidade em levar homens para casa (sério, a mulher é incrível!).




O outro lado

Eu me senti dentro da história, vivendo tudo o que foi contado e: não recomendo!

A. M. R. Wollf nos trouxe um conto macabro, cheio de criaturas estranhas, num lugar estranho e com acontecimentos estranhos! Ler esse conto foi de arrepiar a espinha. Eu fiquei com medo e aflita pela personagem principal...cheguei a ficar até ofegante e com falta de ar durante a leitura. 

A história foi muito bem pensada e contada. Adorei.

Cupido elevador

Mais um hot, pois esses autores gostam disso! Jaira Costa nos conta a história de uma moradora do prédio que sonha e fantasia com seu vizinho lindo, um homem que sempre leva diferentes mulheres para a sua casa e faz tanto barulho que sua vizinha escuta tudo!

Será que dentro de um elevador os sonhos dela se realizam? Vocês terão que ler pra descobrir, mas adianto que não irão se arrepender.

Apartamento 103

Esse conto deu o que falar na discussão! Luiggi Constantino criou uma protagonista que apesar de ser linda e ter uma carreira como modelo, não consegue arrumar tantos jobs e por isso acaba virando garota de programa.

Na discussão, o autor disse que ficou com medo de não conseguir se expressar bem pelo fato de estar contando uma história do ponto de vista de uma mulher, mas eu acho que ele arrasou. Entendi os motivos e pensamentos da protagonista, suas ações também são justificáveis se tivermos empatia e nos colocarmos no lugar dela e, principalmente: deixar nossos julgamentos de lado.

O final é de derreter o coração de tanto amor!

Babel de sentimentos

Bárbara Nogueira nos trouxe um romance e eu não consigo falar sobre ele sem dar spoilers. Só posso dizer que amei os personagens, porém me senti um tanto quanto culpada por torcer para que eles ficassem juntos. 

Dona Zica. Ops! Zilca.

Lili Dantas nos dá o prazer de conhecer a Dona Zilca nesse último conto! Uma senhora toda nervosinha, que ama cuidar da vida dos outros, mas que eu duvido que quem ler não irá se apaixonar por ela.

Dona Zilca sabe de tudo! Desde a vida do cara doido do primeiro conto até do casal do penúltimo, ela não deixa passar nenhuma fofoca...Ops! Informação.

Esse conto foi incrível para um desfecho digno do livro, com um final muito bonito por sua descrição, apesar de triste.

Em Resumo:

Eu não costumo ler livros que reúnem vários contos, justamente por não gostar do fato de um não ter nada a ver com o outro, mas esse livro não é assim! Nós vemos alguns personagens se repitirem em contos, como por exemplo Policarpo, que trabalha na portaria do edifício. Esses pequenos detalhes fazem toda a diferença para que as histórias se encaixem e dêem a impressão de se passarem no mesmo cenário.

Todos os contos foram muito bons. Amei a experiência de participar dessa leitura coletiva. Conheci muita gente que também adora esse universo dos livros, assim como novos autores que escrevem super bem!


★★★★☆

O blog é parceiro da Amazon, comprando pelos nossos links, você ajuda a manter esse cantinho em pé sem pagar nada a mais por isso :)

7 comentários

  1. Que resenha mais linda! Eu amei a tua participação na Leitura Coletiva. Espero te ver em outras LCs <3 Obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
  2. Ah eu amei a resenha, fico muito feliz que tenha gostado dos contos e de participar da leitura coletiva.
    Bjiss. Obrigada pelo carinho ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, fico feliz em saber que gostou da resenha!

      Excluir
  3. Oi Vitória! Eu amo leituras coletivas e sempre que posso estou participando principalmente, quando é um livro que estou muito interessada na leitura. Eu nunca tinha escutado falar dessa coletânea de contos mas, lendo a sua opinião sobre eles me lembrou muito o "Toma Lá, Dá Cá" um programa da globo que passou em 2007, eu adorava esse programa por causa da dinâmica entre os personagens. E o fato dos personagens aparecerem em vários contos me deixou ainda mais animada para lê-lo, vou adicionar na minha lista de leituras.

    Viviane Almeida
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viviane, se você ler com certeza vai gostar! ;)

      Excluir
  4. Eu tenho amado participar de leituras coletivas, e essa parece ter sido incrível mesmo! Achei a proposta do livro bem interessante, gosto de antologias com contos assim, que se relacionam. Já vou salvar aqui essa dica!

    ResponderExcluir